quarta-feira, fevereiro 28News That Matters
Shadow

HUT usa conceito de gestão japonês para melhorar o atendimento

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) utiliza um conceito japonês para transformação do processo de trabalho cotidiano e orientado para a melhoria da qualidade do atendimento. A metodologia é conhecida como “Gemba”, que significa ir até onde as coisas realmente acontecem. A ideia é mapear os processos de trabalho e tratar diretamente com quem atua na assistência, de modo a implementar ações de melhoria.

Frequentemente a diretoria, assessores técnicos e líderes da qualidade, visitam clínicas, postos, UTIs e núcleos internos. Assim, podem ouvir as demandas através das ações de médicos, enfermeiras, técnicos, e uma vasta diversidade de profissionais que agem sobre o paciente, identificando soluções que facilitem os processos.

Em síntese, são mudanças simples, mas que corrigem possíveis inadequações e melhoram o desempenho da unidade de saúde. Em um curto período de tempo, o “Gemba” já visitou áreas como: Laboratório de Patologia, Clínica Médica, UTI 4, Unidade de Queimados e Emad (Atenção Domiciliar). A iniciativa já está gerando bons resultados como adequações de escalas de profissionais da limpeza, investimento no aquecimento da agua usada no banho de pacientes da UTI, ajudando a minimizar o desconforto, dentre outros, explica Italo Costa, diretor técnico.

“As sugestões demonstradas, por meio do mapeamento dos processos nas próprias áreas, mostram o quanto os profissionais do HUT são dedicados a entregar uma assistência de excelência aos usuários do SUS e não medem esforços para salvar vidas”, avalia o médico e diretor geral Anderson Dantas.

O “Gemba” é um conceito da filosofia “Lean nas Emergências” ferramentas de gestão que caminham juntas com o propósito de tornar o atendimento mais eficiente e consolida uma nova cultura de gestão no HUT, Hospital de alta complexidade mantido pela Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: