quinta-feira, janeiro 20O Piauí se conecta aqui!

Renato Augusto vê Corinthians mais perto de melhores do Brasil com Paulinho e oferece camisa 8

Cada vez mais próxima de acontecer, a volta de Paulinho ao Corinthians fará o clube se aproximar do nível dos melhores times do Brasil na atualidade, casos de Atlético-MG, Palmeiras e Flamengo. A análise é de Renato Augusto, que torce pela contratação do volante e já avisou ao amigo que a camisa 8 do Timão está disponível para ele.

Ex-companheiros de Corinthians e seleção brasileira, Renato Augusto e Paulinho são amigos e, nos últimos anos, se encontraram algumas vezes na China, onde defenderam Beijing Guoan e Guangzhou Evergrande, respectivamente. Agora, a parceria pode ser refeita no Timão, onde jogaram juntos por pouco mais de sete meses.

– O Paulinho é meu amigo pessoal, a gente tem uma amizade muito legal desde a primeira passagem que tive aqui, na Seleção ficou ainda mais, e na China nos encontramos muitas vezes. Acabamos tendo um laço bem legal. A gente conversa bastante e espero que isso possa se concretizar, é um jogador do mais alto nível e, com isso, quem ganha é o clube, o grupo. Ter um cara desse no grupo é um passo para chegar no nível dos clubes que a gente conversou agora há pouco (Flamengo, Palmeiras, Atlético-MG). Você ter um jogador como ele te credencia a estar cada vez mais próximo dessas equipes. Se ele vier, vai ser espetacular para a gente – disse o meio-campista, em entrevista exclusiva ao ge, que será publicada na íntegra na próxima semana.

Renato Augusto herdou a camisa 8 do Corinthians justamente após a saída de Paulinho, em julho de 2013. Com ela, foi campeão da Recopa Sul-Americana de 2013 e do Brasileirão de 2015. Apesar do carinho pelo número, ele já avisou que vai deixá-lo à disposição do amigo caso se confirme a volta ao Timão:

– Eu falei para ele que a preferência é dele, se ele vier mesmo, pode escolher, não tem problema nenhum. Se vier, é com ele.

A tendência é de que Paulinho seja o primeiro reforço anunciado para a próxima temporada. O Corinthians busca também um centroavante de alto nível para qualificar o elenco para a disputa da Libertadores.

O volante está livre no mercado desde setembro, quando rescindiu contrato com o Al-Ahli, da Arábia Saudita. No mês passado, ele utilizou a estrutura do CT por alguns dias, mas depois foi viajar com a família. Se o acordo for oficializado, ele deve se reapresentar junto do elenco em janeiro.

Paulinho e Renato Augusto se enfrentaram na China — Foto: Getty Images/Visual China Group

Embora diga que conversa com frequência com Paulinho, Renato Augusto evitou falar sobre a possibilidade de o negócio ser fechado e disse que “fica na torcida, como qualquer corintiano”.

– A gente fala um pouquinho de bola, mas normalmente conversamos da vida, como está, família, mais coisa de amizade mesmo. Futebol fica mais de lado, mas de vez em quando a gente conversa também – explicou o atual camisa 8.

Pelo Timão, Paulinho disputou 167 jogos e marcou 34 gols de 2010 a 2013. O volante foi campeão da Libertadores e do Mundial, em 2012, depois de ter vencido o Campeonato Brasileiro, em 2011. Ele ainda foi campeão paulista em 2013.

Cada vez mais próxima de acontecer, a volta de Paulinho ao Corinthians fará o clube se aproximar do nível dos melhores times do Brasil na atualidade, casos de Atlético-MG, Palmeiras e Flamengo. A análise é de Renato Augusto, que torce pela contratação do volante e já avisou ao amigo que a camisa 8 do Timão está disponível para ele.

Ex-companheiros de Corinthians e seleção brasileira, Renato Augusto e Paulinho são amigos e, nos últimos anos, se encontraram algumas vezes na China, onde defenderam Beijing Guoan e Guangzhou Evergrande, respectivamente. Agora, a parceria pode ser refeita no Timão, onde jogaram juntos por pouco mais de sete meses.

– O Paulinho é meu amigo pessoal, a gente tem uma amizade muito legal desde a primeira passagem que tive aqui, na Seleção ficou ainda mais, e na China nos encontramos muitas vezes. Acabamos tendo um laço bem legal. A gente conversa bastante e espero que isso possa se concretizar, é um jogador do mais alto nível e, com isso, quem ganha é o clube, o grupo. Ter um cara desse no grupo é um passo para chegar no nível dos clubes que a gente conversou agora há pouco (Flamengo, Palmeiras, Atlético-MG). Você ter um jogador como ele te credencia a estar cada vez mais próximo dessas equipes. Se ele vier, vai ser espetacular para a gente – disse o meio-campista, em entrevista exclusiva ao ge, que será publicada na íntegra na próxima semana.

Renato Augusto herdou a camisa 8 do Corinthians justamente após a saída de Paulinho, em julho de 2013. Com ela, foi campeão da Recopa Sul-Americana de 2013 e do Brasileirão de 2015. Apesar do carinho pelo número, ele já avisou que vai deixá-lo à disposição do amigo caso se confirme a volta ao Timão:

– Eu falei para ele que a preferência é dele, se ele vier mesmo, pode escolher, não tem problema nenhum. Se vier, é com ele.

A tendência é de que Paulinho seja o primeiro reforço anunciado para a próxima temporada. O Corinthians busca também um centroavante de alto nível para qualificar o elenco para a disputa da Libertadores.

O volante está livre no mercado desde setembro, quando rescindiu contrato com o Al-Ahli, da Arábia Saudita. No mês passado, ele utilizou a estrutura do CT por alguns dias, mas depois foi viajar com a família. Se o acordo for oficializado, ele deve se reapresentar junto do elenco em janeiro.

Paulinho e Renato Augusto se enfrentaram na China — Foto: Getty Images/Visual China Group

Embora diga que conversa com frequência com Paulinho, Renato Augusto evitou falar sobre a possibilidade de o negócio ser fechado e disse que “fica na torcida, como qualquer corintiano”.

– A gente fala um pouquinho de bola, mas normalmente conversamos da vida, como está, família, mais coisa de amizade mesmo. Futebol fica mais de lado, mas de vez em quando a gente conversa também – explicou o atual camisa 8.

Pelo Timão, Paulinho disputou 167 jogos e marcou 34 gols de 2010 a 2013. O volante foi campeão da Libertadores e do Mundial, em 2012, depois de ter vencido o Campeonato Brasileiro, em 2011. Ele ainda foi campeão paulista em 2013.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments