quinta-feira, janeiro 20O Piauí se conecta aqui!

Quatro réus da Boate Kiss são condenados pelo tribunal do júri

Após 10 dias de sessões no Foro Central de Porto Alegre, jurados decidiram que todos os quatro réus processados pela tragédia da Boate Kiss, em Santa Maria (RS), devem ser condenados pelas 242 mortes e pelos ferimentos em mais de 600 outras vítimas.

Em reunião na sala secreta, os jurados que ouviram relatos e argumentos de testemunhas, da acusação e das defesas nos últimos dias responderam a perguntas do juiz Orlando Faccini Neto, como absolver ou condenar cada acusado e se a conduta foi intencional ou não.

“A culpabilidade dos réus é elevada, mesmo se tratando de dolo eventual. Apesar de eventual, este dolo foi intenso e isso repercutirá na pena”, disse o magistrado ao ler a sentença na tarde desta sexta-feira (10/12).

Os quatro réus foram julgados no Rio Grande do Sul por 242 homicídios consumados e 636 tentativas.

São eles Elissandro Callegaro Spohr, o Kiko, 38 anos, sócio da boate, que foi condenado a 22 anos e seis meses de prisão; Mauro Lodeiro Hoffmann, 56 anos, também sócio da Boate Kiss; condenado a 19 anos e seis meses; Marcelo de Jesus dos Santos, 41 anos, integrante da banda Gurizada Fandangueira; e Luciano Augusto Bonilha Leão, 44 anos, produtor musical da banda; ambos condenados a 18 anos de reclusão.

O juiz determinou ainda que a pena comece a ser cumprida imediatamente, mas os réus tinham conseguido um habeas corpus preventivo e ainda não serão presos.

Do resultado, cabe recurso tanto ao Ministério Público quanto às defesas.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments