quinta-feira, outubro 21O Piauí se conecta aqui!

Prefeitura aceita fornecer auxílio aos empresários de ônibus, mas veta suspensão de atividades

Dos quatro consórcios de ônibus – que gerenciam a frota do transporte coletivo em Teresina – três deles já assinaram a minuta do acordo apresentado pela prefeitura. A informação foi confirmada pelo secretário Municipal de Comunicação, Lucas Pereira, na tarde desta terça-feira (5). Tanto Lucas Pereira, como o secretário de Finanças, Robert Rios, garantiram que a prefeitura aceita dar um auxílio financeiro emergencial para os empresários de ônibus. Em contrapartida, foi incluído uma nova cláusula no acordo que proíbe a suspensão das atividades dos serviços como acontece atualmente. 

“O acordo está sendo discutido pela Procuradoria Geral do Município (PGM) e Strans. Hoje, diante da paralisação dos motoristas e cobradores, a prefeitura incluiu uma nova cláusula que em caso de suspensão ou paralisação dos serviços a prefeitura suspende o pagamento do auxílio emergencial para os empresários”, disse Lucas Pereira.

O acordo está sendo firmado o pagamento que inclui gastos trabalhistas dos trabalhadores do transporte. O sindicato concorda com a cláusula desde que inclua o pagamento integral dos salários com jornada de 7h20, do tíquete alimentação e plano de saúde.  

Tanto o Robert Rios como Lucas Pereira não informaram o valor do auxílio emergencial  que será pago aos empresários de ônibus.

Gratuidade

Na minuta, existe a garantia de repasse de R$ 1 milhão sobre as gratuidades. A prefeitura de Teresina vai fornecer R$ 500 mil por mês e o governo do estado R$ 500 mil. 

Robert Rios destacou que a prefeitura não reconhece o valor de R$ 31 milhões de dívidas anteriores. 

“Não existe dívida. Dívida é quando lhe devo. A prefeitura vai fornecer um pagamento mensal que não será como ocorria no passado no valor de R$ 56 milhões por ano. Valor que dar para comprar uma empresa pública de ônibus”, disse Robert Rios. 

A tarde foi de reuniões entre os envolvidos. Os advogados do Sindicato dos Motoristas de Ônibus e dos consórcios estiveram reunidos para acertar termos da minuta. 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments