segunda-feira, dezembro 6O Piauí se conecta aqui!

No Piauí, 456 mil migram para o Auxílio Brasil, mas famílias ficam de fora

O Auxílio Brasil, programa de transferência de renda que vai substituir o Bolsa Família, deixou uma parte dos piauienses frustrados. Das 460 mil 397 famílias que receberam o Bolsa Família no estado, somente 456 mil 704 migraram para o novo benefício.

O Auxílio Brasil começou a ser pago nesta quarta-feira (17) e foi marcado por desinformação e dúvidas. 

Somente no estado, houve uma diminuição de 3.693 famílias. Essa redução agrava mais a situação das pessoas de baixa renda. Mês passado, os governadores acionaram o STF (Supremo Tribunal Federal) para inclusão de novos beneficiários. Eles informaram que cerca de 881 mil famílias em situação de pobreza e extrema pobreza ficaram de fora do Bolsa Família.

O gerente de Programas de Transferências e Benefícios Socioassistenciais da Sasc, Roberto Oliveira, lamentou a decisão do governo de deixar piauienses de fora. Ele informou que o estado do Maranhão ficou com 45 mil famílias de fora e o Rio de Janeiro cerca de 10 mil famílias não migraram para o Auxílio Brasil. 

“Não foi explicado porque houve essa diminuição. Estranho é que mês passado pagaram o Bolsa Família e agora não vão pagar, causando uma expectativa principalmente neste momento de aumento de desemprego”, disse Roberto Oliveira.  

Teresina

Em Teresina, 73.199 pessoas estão aptas a receberem o Auxílio Brasil.  O levantamento foi informado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, os beneficiários do Programa Bolsa Família migraram automaticamente para o Auxílio Brasil e quem está com o cadastro devidamente atualizado receberá normalmente o benefício.

“As pessoas devem manter a tranquilidade, porque o benefício não acabou, houve apenas a mudança do nome, antes era Bolsa Família, e agora é Auxílio Brasil, mas o benefício e os valores em dinheiro, que as pessoas já recebem, vão permanecer, inclusive, com algum reajuste futuro”, explica o secretário. 

Allan Cavalcante alerta ainda para a população não cair em golpes que prometem cadastrar pessoas no auxílio. Ele orienta que o procedimento é realizado somente nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).

“O Cadastro Único deve ser feito nos Cras. Temos algumas informações inverídicas circulando pela cidade e quero de já alertar a população, que qualquer informação a respeito do Auxílio Brasil a população deve procurar uma unidade de Cras, o mais próximo de sua casa. Temos um total de 19 Cras para atendimento ao público”, esclarece.

A Semcaspi informa ainda que para a população que mora na zona Sul de Teresina, a Secretaria vai disponibilizar serviços referentes ao Cadastro Único durante o evento “Teresina Cuida de Você”.

A segunda edição acontecerá no dia 27 de novembro, das 8h às 14h, no Centro Esportivo Unificado (CEU/Sul), localizado no Bairro Portal da Alegria. Além dos serviços de cidadania, ofertados pela Semcaspi, o evento contará com ações de parceiros de outras secretarias municipais e também da iniciativa privada.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments