domingo, outubro 17O Piauí se conecta aqui!

Melhor entre os 40 das séries A e B desde a chegada de Enderson, Botafogo enfrenta o CSA em busca da vice-liderança

Embalado. Não há palavra melhor para definir o atual momento do Botafogo. A equipe de Enderson Moreira volta a campo hoje para enfrentar o CSA, às 19h, em Maceió, com um número animador: desde a chegada do treinador, em 24 de julho, o alvinegro tem o melhor aproveitamento entre os 40 times das séries A e B do Brasileiro.

O alvinegro fez 12 jogos no período. Venceu dez, empatou um e perdeu um. São 86% de aproveitamento. Além disso, a equipe não perde há sete jogos e vem de cinco vitórias consecutivas — o que não acontecia desde o início de 2017.

Nem o Coritiba, que segue na liderança, conseguiu tal feito. O Coxa também fez 12 partidas, mas teve aproveitamento de 63% (sete vitórias, três derrotas e dois empates). Já na Série A, os três primeiros colocados — Atlético-MG, Palmeiras e Flamengo —, que fizeram menos jogos, têm 83%, 41% e 66% respectivamente.

— O que mudou foi a reunião que nós tivemos. Sabemos que o Botafogo é grande, tínhamos que jogar para frente, buscando a vitória o tempo todo. Com essas conversas, fomos ganhando confiança no dia a dia, nos treinos e com a chegada do professor Enderson também — afirmou o atacante Diego Gonçalves. — Temos que procurar o resultado jogando em casa ou fora. Precisamos sempre jogar para a frente para que os resultados venham naturalmente.

Para a partida contra o CSA, o Botafogo terá duas mudanças. Pedro Castro, que sofreu uma lesão na panturrilha ainda no decorrer da partida, e Marco Antônio, com dores musculares, nem viajaram para Alagoas. Luis Oyama, escolhido para a vaga de Castro já contra o Timbu e decisivo para a vitória, marcando um gol, deve continuar fazendo a dupla com Barreto. Já no ataque, Diego Gonçalves, que voltou do departamento médico recentemente e teve boa minutagem contra o Náutico, deve ser o titular.

Futuro de Gatito

Por outro lado, quem está próximo do retorno aos gramados é Gatito Fernandez. O paraguaio completa hoje um ano desde a sua última partida pelo Botafogo, num clássico contra o Vasco pela Copa do Brasil. Em maio desse ano, o jogador realizou uma artroscopia no joelho direito. Recuperado da cirurgia, Gatito realiza treinamentos com o preparador de goleiros há duas semanas e está em fase de readaptação, recuperando a forma física, para voltar ao gol do Botafogo.

Com contrato encerrando no fim da temporada, a continuidade do paraguaio no clube é incerta. Por isso, a reta final de série B pode ser decisiva para o futuro do goleiro.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments