domingo, outubro 17O Piauí se conecta aqui!

Cuca surpreende na estratégia e Atlético empata com Palmeiras em jogo ruim tecnicamente

O Atlético fez o que nenhum analista imaginou antes do apito inicial de Palmeiras x Atlético. Espelhou o sistema com saída de jogo de três homens, liberou seus dois laterais como alas e empurrou o time de Abel Ferreira para o campo de defesa. Nem Zaracho aberto por um lado, nem Nacho por outro. Na prática, o Atlético construía o jogo com a saída de Junior Alonso, Nathan Silva e Allan.

A linha do meio tinha Mariano, Jair, Zaracho um pouco atrás para a visão aberta da jogada, Arana aberto pela esquerda. Assim, espelhou o que o Palmeiras tem feito, com saída de jogo de três homens. O jogo ficou espelhado, sistemas táticos equivalentes, o que fazia prevalecer o talento dos jogadores atleticanos.

O Atlético foi melhor, apesar de um jogo de poucas oportunidades, apenas uma finalização no alvo do Palmeiras, nenhuma do Galo. Mas uma grande chance de Arana e outra no pênalti desperdiçado por Hulk, na trave.

Cuca se comporta como o maior estrategista do futebol brasileiro. No segundo tempo, com a necessidade de retirar Diego Costa de campo, voltou a seu sistema mais convencional. A partir dos 12 minutos da segunda etapa, puxou Zaracho para o lado direito, Keno pela esquerda, Nacho por dentro num 4-2-3-1. E seguiu melhor do que o Palmeiras.

O Galo também perdeu pênalti, com Hulk cobrando na trave, depois de falta dentro da área cometida por Gustavo Gómez sobre Diego Costa. Não sofrer gol em casa foi o único grande objetivo do Palmeiras cumprido. Mas terá de jogar contra o Atlético e sua torcida lotando as arquibancadas do Mineirão.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments