sábado, maio 28O Piauí se conecta aqui!

Condutores do Samu protestam por regularização da profissão em Teresina

Os motoristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) voltaram a protestar na manhã desta segunda-feira (28) pelo reconhecimento da profissão de condutor socorrista e reajustes salariais. O ato concentrou a categoria na sede do Samu, localizada na zona Sul de Teresina, das 8h às 10h.

De acordo com o diretor de Comunicação e imprensa do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (Sindserm), Joaquim Monteiro, os profissionais pedem a sanção da lei Nº 12.998/14 que regulamenta a profissão de condutor socorrista, trazendo mais benefícios para os servidores.

“Foi aprovada, em 2014, uma lei que regulamenta a profissão de condutor socorrista que traz uma série de benefícios para a categoria. A lei já foi aprovada na Câmara Municipal, mas desde então, em nenhuma gestão, a lei foi sancionada e eles continuam nessa luta”, explica o diretor da comunicação.

Joaquim Monteiro destaca ainda que as manifestações ocorrem desde o mês de janeiro, mas até o momento, não houve nenhum diálogo da gestão municipal com a categoria. Com isso, os motoristas começam a avaliar uma possível greve.

“Desde o mês passado eles vem fazendo manifestações, tentando conversar com vereadores, tentando negociar com o diretor da FMS, mas sem nenhum resultado positivo, eles começam a avaliar uma possível greve no futuro, mas isso ainda não foi deliberado”, acrescenta Joaquim.

Manifestações anteriores

No último dia 10 de fevereiro, os motoristas do Samu realizaram a segunda manifestação na capital em menos de 15 dias. No ato a categoria denunciou o sucateamento de ambulâncias e a falta do reajuste salarial por produtividade.  

“Hoje o meu vencimento é abaixo do salário mínimo. Eu ganho R$ 820. A remuneração é composta de outras gratificações, só que não levamos elas nas férias, no 13º salário e muito menos na aposentadoria”, desabafou o motorista Wildomark Vasconcelos.

Em nota, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) informou que os servidores recebem produtividade e que já solicitou a análise da criação do cargo de condutor socorrista aos setores competentes. 

Confira nota na íntegra:

A Fundação Municipal  de Saúde esclarece que todos os servidores do Samu recebem produtividade.

Sobre a renovação da frota a responsabilidade  é do Ministério da Saúde e do Município e existe processo de licitação para a compra de ambulâncias e motolâncias pela Prefeitura de Teresina além de previsão de renovação da frota, em 2022, por parte do Ministério da Saúde. 

O criação do cargo de condutor socorrista,  a PMT já solicitou aos setores competentes  análise sobre o assunto.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments