sábado, maio 28O Piauí se conecta aqui!

Comandante da PM reage às críticas sobre bike de segurança e explica projeto para o Piauí

Cidadeverde– Aguardando questões burocráticas para a aquisição de 30 bicicletas, a Polícia Militar do Piauí já iniciou a seleção e treinamento do efetivo que será usado na execução de um dos modelos de patrulhamento ostensivo no estado. 

Em entrevista ao Jornal do Piauí desta sexta-feira (08), o coronel Scheiwann Lopes, novo comandante-geral da PM, afirmou que o ciclopatrulhamento ainda é uma iniciativa embrionária, ainda em fase de avaliação.

“Estamos com o projeto piloto, que é um teste. Vamos implementar e vamos avaliar a sua eficiência. Se for avaliado pelo alto comando como um policiamento a ser implementado, a gente vai evoluir”, afirmou o militar.

O uso de bicicletas para o patrulhamento de espaços públicos como praças e parques foi uma das novidades anunciadas pela governadora Regina Sousa (PT), durante a cerimônia da troca de comando da Polícia Militar.

Após o anúncio, a proposta foi alvo de questionamentos nas redes sociais e de críticas de deputados oposicionistas na Assembleia Legislativa (Alepi), que foram prontamente rebatidas pela governadora. “É uma total ignorância”, disse naquela ocasião.

O novo comandante também rechaçou os questionamentos. Na avaliação do militar, a utilização de bicicletas dará mais celeridade nas ações policiais para o patrulhamento de espaços onde é inviável a utilização de viaturas, por exemplo.

“Não tem como colocar uma viatura dentro de uma praça, pois há pessoas caminhando ali, por isso colocamos o policiamento a pé. Como a praça é grande e o deslocamento é lento, colocamos essa ferramenta para equipar o policial, que é a bicicleta. Ela dá mais agilidade e pode fazer uma abrangência maior em pouco espaço de tempo”, explicou o militar.

“É claro que não vou enfrentar uma quadrilha que é especialista no novo cangaço, em assalto a banco. Não vou enfrentar uma criminalidade dessa com bicicleta, isso seria um absurdo, mas sim para o policiamento que faz patrulha de praças”, completou o coronel.

Policiamento nas ruas

Segundo Scheiwann Lopes, o uso de bicicletas faz parte da nova estratégia para combater a criminalidade no estado, que é o aumentar ao máximo o número de efetivos realizando policiamento ostensivo nas ruas.

“Temos que ter soluções para fazermos mais com menos. Temos que trabalhar com inteligência, tecnologia e otimização dos recursos que temos para podermos intensificar melhores resultados. A determinação do comandante é a tropa toda na rua, nas suas diversas modalidades”, concluiu o chefe da coporação.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments