domingo, outubro 17O Piauí se conecta aqui!

Casa de Diego Costa é alvo de operação da Polícia Federal

O Atlético-MG acompanha com atenção a investigação da Polícia Federal de Sergipe que tem o atacante Diego Costa entre os alvos. A “Operação Distração” apura “suposta prática de exploração de jogos de azar, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e organização criminosa” envolvendo um site de apostas. Diego é suspeito de ser o financiador do esquema criminoso – o que é negado pela defesa do atacante.

A casa do jogador foi um dos endereços em que a Polícia Federal esteve nesta semana, cumprindo mandados de busca e apreensão. A operação está em andamento desde o início do ano, meses antes da negociação entre Atlético e Diego Costa ser concretizada (houve busca e apreensão em março, e Diego só assinou com o Galo em agosto). Juridicamente, o clube entende não correr nenhum risco, mas, ainda assim, escalou um advogado criminalista (conselheiro do clube) para monitorar o caso.

ge conversou com o advogado escalado pelo clube, que preferiu não ser identificado, mas esclareceu que sua função é apenas entender os detalhes da história para, a partir daí, concluir se o atleta precisa – ou não – de algum apoio jurídico.

Enquanto isso, em Sergipe…

Outro advogado trabalha na defesa de Diego Costa. Trata-se de Aurélio Belém, secretário-geral da OAB sergipana. Ele também conversou com o ge. Disse que o jogador é inocente e que vai se apresentar voluntariamente à Polícia Federal para prestar depoimento. Aurélio admitiu que a casa de Diego Costa em Sergipe foi um dos endereços em que a PF esteve, mas disse que nada foi apreendido, reiterando a versão que inocenta o jogador.

– Absolutamente nada foi apreendido. E não podia ser diferente, afinal o jogador não tem qualquer vinculação com qualquer esquema criminoso que se possa aventar. Na oportunidade de hoje, conversamos longamente com o jogador. Ele irá se apresentar espontaneamente à PF pra prestar os devidos esclarecimentos.

Nota do Atlético

Na noite desta quinta-feira, o Atlético publicou uma nota sobre o caso. Leia:

“Os fatos noticiados não dizem respeito ao Clube; não eram de conhecimento público, tampouco da instituição (por se tratarem de investigações); e são anteriores à chegada do atleta ao Atlético.

Não obstante, o Atlético está se inteirando do eventual ocorrido para dar, caso seja do interesse do atleta, todo apoio que lhe for necessário”

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments