Sob chuva, Parada do Orgulho LGBTI ocupa orla de Copacabana, no Rio, neste domingo

Organizadores esperam receber 500 mil pessoas mesmo com tempo ruim no Rio no fim de semana. Nove trios elétricos e dezenas de atrações artísticas e culturais desfilam no bairro na 24ª edição do evento.

Orgulho LGBTQI+ desfila alegria por Copacabana e protesta contra o ódio

Orgulho LGBTQI+ desfila alegria por Copacabana e protesta contra o ódio

Sob chuva fina e constante, os participantes da 24ª Parada do Orgulho LGBTI ocuparam a Praia de Copacabana neste domingo (22).

A concentração para o evento começou por volta das 11h, na altura do Posto 5 da Av. Atlântica e o desfile começou às 14h30 com previsão de término no final da tarde.

 

Mesmo sob chuva, faixa com as cores do arco-íris é estendida sobre a Avenida Atlântica, em Copacabana, para a 24ª edição da Parada LGBTI — Foto: Matheus Rodrigues/G1

Mesmo sob chuva, faixa com as cores do arco-íris é estendida sobre a Avenida Atlântica, em Copacabana, para a 24ª edição da Parada LGBTI — Foto: Matheus Rodrigues/G1

O tema desse ano será “Pela democracia, liberdade e direitos: ontem, hoje e sempre” e fará referência aos 40 anos do movimento LGBTI no Brasil.

Os organizadores esperam receber 500 mil pessoas. No total, serão nove trios elétricos e dezenas de atrações artísticas e culturais.

Os participantes ressaltam que o movimento neste é de festa, mas também de luta.

 

Chuva não desamina público que vai à Copacabana acompanhar a 24ª Parada LGBTI do Rio — Foto: Matheus Rodrigues/G1

Chuva não desamina público que vai à Copacabana acompanhar a 24ª Parada LGBTI do Rio — Foto: Matheus Rodrigues/G1

Tentativa de censura, na Bienal do Rio, a livro com beijo entre dois personagens masculinos em série da Marvel foi lembrada em faixa exibida na Parada LGBTI — Foto: Bárbara Carvalho/GloboNews

Tentativa de censura, na Bienal do Rio, a livro com beijo entre dois personagens masculinos em série da Marvel foi lembrada em faixa exibida na Parada LGBTI — Foto: Bárbara Carvalho/GloboNews

Tentativa de censura, na Bienal do Rio, a livro com beijo entre dois personagens masculinos em série da Marvel foi lembrada em faixa exibida na Parada LGBTI — Foto: Bárbara Carvalho/GloboNews

 

Vereadora Marielle Franco é homenageada durante a 24ª Parada do Orgulho LGBTI, em Copacabana — Foto: Bárbara Carvalho/GloboNews

Vereadora Marielle Franco é homenageada durante a 24ª Parada do Orgulho LGBTI, em Copacabana — Foto: Bárbara Carvalho/GloboNews

A Prefeitura do Rio preparou um esquema especial de trânsito para o evento de Copacabana. Já a partir da noite desta sexta-feira (20), o estacionamento de veículos estará proibido em vários pontos do bairro.

Desde sábado a pista da Av. Atlântica junto à praia, entre as ruas Francisco Otaviano e Miguel Lemos, está interditada. Apenas os trios e caminhões que participam do evento estão liberados para circular.

Já a pista da Av. Atlântica próxima aos prédios, entre a Rua Joaquim Nabuco e a Av. Prado Jr, serão fechadas ao tráfego de veículos neste domingo (22), a partir das 14h. Apenas moradores da região terão autorização para passar pela via de carro.

A liberação do tráfego em toda extensão da Av. Atlântica só acontecerá após o evento, às 20h.

Fonte: G1