Senado cria comissão externa para monitorar ações contra queimadas no Pantanal

BRASÍLIA (Reuters) – O Senado aprovou nesta quarta-feira um requerimento para a criação de uma comissão temporária externa para acompanhar as ações de enfrentamento contra os incêndios no Pantanal, no momento em que o bioma tem sido alvo de grandes queimadas.

O pedido, apresentado pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT), prevê que a comissão, formada por 4 membros, terá 90 dias para, por exemplo, monitorar as ações tomadas e avaliar providências adotadas a fim de evitar novos focos de incêndio.

“O Pantanal é um bioma específico, é um patrimônio da humanidade. E hoje todos nós estamos aterrorizados com o que está acontecendo”, disse Fagundes, segundo a Agência Senado.

Reportagem publicada no último dia 29 pela Reuters apontou que, até então, o Pantanal registrava 4.677 focos de calor em agosto, na pior sequência de incêndios desde agosto de 2005, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Fonte: Reuters Brasil