Pesquisa revela que transmissão da Covid-19 em Teresina já saiu do pico

A taxa de contágio da Covid-19 em Teresina caiu esta semana e está em 0,72. O dado foi revelado pela 12ª etapa da pesquisa sorológica realizada pela Prefeitura de Teresina nos dias 03 e 05 de julho na capital. A sondagem atestou também que o número de casos positivados para a doença diminuiu 6% em relação a etapa anterior: foram 156.623 confirmados, contra 167.175 casos na semana anterior. Os dados evidenciam que Teresina já saiu do momento de pico de transmissão do novo Coronavírus.

Outro dado positivo nesta etapa diz respeito à quantidade de pessoas na fase ativa e que pode transmitir a Covid-19. A pesquisa mostrou que 29.897 estão infectantes, número 28% menor que o apresentado na sondagem anterior, que foi de 37.448. A pesquisa aponta também que 57.685 estão imunes à doença e 72.041 pessoas estão na fase intermediária da infecção, ou seja, estão imunizadas ou desenvolvendo a imunidade.

“Esta etapa da pesquisa nos mostrou três evidências de que já saímos do momento de pico da Covid-19 em Teresina. Diminuímos o número de casos positivados para a doença, a quantidade de pessoas imunes à doença aumentou e, o mais importante, diminuímos a taxa de transmissibilidade da doença, com o R0 abaixo de 1. Portanto, podemos afirmar que já estamos em um momento de estabilidade da doença na nossa cidade, realidade bastante positiva desde que começamos a realizar a investigação sorológica da doença em Teresina”, afirmou o prefeito Firmino Filho.

Para ele, a pesquisa dessa semana mostra que Teresina avançou bem, mas que a situação ainda não é tranquila. “Para garantir que a gente saia rápido desse platô, temos que fortalecer o isolamento para que evolução da queda desses índices seja ainda maior. O interesse coletivo tem que ser colocado acima dos interesses individuais. O poder público de forma responsável coloca em primeiro lugar a vida dos teresinenses. Salvar vidas é o nosso maior compromisso, mas a população precisa colaborar também nessa missão para que a gente possa sair mais rápido desse momento”, enfatizou Firmino.

A pesquisa revela ainda que a quantidade de positivados é 21 vezes maior que os 7.466 casos confirmados oficialmente pelo Centro de Operações de Emergência da Fundação Municipal de Saúde (FMS) no domingo anterior à pesquisa.

Sobre a amostra da distribuição do vírus por toda a cidade, a pesquisa, que é realizada em parceria com o Instituto Opinar, demonstrou que a zona Sudeste aumentou a quantidade de casos e representa 32% dos positivados. A zona Norte aparece em seguida, com 29%, e apresentou uma tendência de queda em relação a sondagem passada. A zona Sul nesta etapa da pesquisa representa 21% das pessoas positivas para a Covid-19. A zona Leste aparece com 18% dos casos.

No que diz respeito à faixa etária, as pessoas com idade entre 25 a 34 anos continuam liderando entre os positivados e representam 29% dos casos. Os jovens entre 15 e 24 anos estão logo em seguida, com 18%, bem como os adultos com idade entre 35 a 44 anos, no qual o índice de positivados está também em 18%.  Logo abaixo, com 14%, estão as crianças e adolescentes nas faixas de 0 a 14 anos e os adultos com 45 a 54 anos aparecem entre os 11%. Já nas idades entre 55 a 69 a taxa está em 7%, e entre maiores de 70 anos o índice de positivados é de 4%, aumentou em relação a etapa anterior, onde esse índice tinha sido zerado.

Confira AQUI o resultado da pesquisa.

Fonte: Ascom Prefeitura de Teresina