Governadores do Nordeste confirmam compra de 37 milhões de doses da Sputinik V

O governador do Piauí e presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste – Consórcio Nordeste, Wellington Dias, anunciou, neste sábado (13), a compra de mais 37 milhões de doses da vacina russa Sputinik V. A garantia foi dada em reunião entre os governadores dos estados nordestinos e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. No encontro, ficou definido que o ministério fará o pagamento das vacinas que ficarão disponíveis para o Plano Nacional de Imunização (PNI).

A aquisição é fruto da articulação entre o Consórcio Nordeste e o Fundo Soberano Russo, responsável pela venda do imunizante desenvolvido pelo Instituto Gamaleya.

“Uma vacina com eficiência e segurança, aplicada e usada com bons resultados em 39 países. O Ministério da Saúde vai entrar como interveniente no contrato. A ideia é elaborar os termos até segunda-feira (15) e assinar o contrato com o MS até quarta-feira (17)”, explicou Wellington Dias.

Segundo cronograma acordado com a fornecedora russa, os imunizantes serão entregues em lotes, sendo 2 milhões de doses em abril, 5 milhões de doses em maio, 10 milhões de doses em junho e 20 milhões de doses em julho.

O Sistema Único de Saúde (SUS) ficará responsável não só pelo pagamento, mas também pelo transporte, armazenamento, distribuição e por agilizar o processo de certificação das vacinas junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“É uma vitória importante não só do Nordeste, mas de todo o povo brasileiro. Mais vacina para ter a imunização do povo brasileiro mais rapidamente”, ressaltou o presidente do Consórcio Nordeste.

Cronograma de entrega de outras vacinas

O Piauí, a exemplo de outros estados brasileiros, passa a receber, a cada semana, novos lotes de vacina anti-Covid-19, durante o mês de março.

Wellington foi informado pelo ministro Pazuello sobre a garantia de entrega, até o fim deste mês, de 23,3 milhões de doses do imunizante CoronaVac, produzido pelo Instituto Butantan. O ministro da Saúde anunciou ainda que aguarda da Fiocruz a entrega de doses da vacina Astrazeneca. Ele informou também que o Ministério da Saúde está importando doses das vacinas da Pfizer, Janssen e Covaxin.

“O objetivo é garantir a meta de imunizar 10% da população brasileira em março. Em abril, já temos vacina garantida em cronograma que nos permitirá alcançar os 25% da população, contemplando os grupos de maior risco”, finalizou Dias.