Eduardo Bolsonaro publica foto do Zé Gotinha com uma seringa no formato de fuzil

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) publicou nas redes sociais, nesta sexta-feira, uma imagem do Zé Gotinha, personagem símbolo de campanhas de vacinação no Brasil, segurando um fuzil em forma de seringa. No primeiro tuíte, a foto estava acompanhada da frase “Nossa arma agora é a vacina!”, mas a mensagem foi apagada horas depois e repostada com o texto “Nossa arma é a vacina!”. A publicação rapidamente viralizou nas redes, levando o Zé Gotinha ao posto de segundo assunto mais comentado do dia no Twitter.

O ajuste no texto corrobora as últimas movimentações da família Bolsonaro para reposicionar o discurso do governo federal sobre a importância da vacinação contra a Covid-19. Desde o fim da coletiva do ex-presidente Lula no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, onde ele criticou o comportamento do presidente no enfrentamento da pandemia de Covid-19, Jair Bolsonaro e os filhos iniciaram a ofensiva para tentar reposicionar o governo sobre a importância da vacinação para que a normalidade seja retomada.

“Cadê o Zé Gotinha? Bolsonaro mandou embora porque pensou que era petista”, disse Lula.

Nesta quarta-feira, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) já tinha feito algo semelhante: pediu no Telegram para que os seus seguidores viralizassem uma foto de Bolsonaro com o mesmo texto, “nossa arma é a vacina”. A mesma imagem também foi compartilhada por ele no Twitter, onde afirmou que “nos próximos dois meses vacinaremos dezenas de milhões de brasileiros”.

Deputados da oposição e usuários da rede social criticaram a associação do personagem que ajudou a vacinar milhões de crianças com uma arma. A montagem acabou popularmente conhecida nas redes como “Zé Gotinha Miliciano”.

Fonte: Extra.globo